Celebração em praça pública marca primeiro ano da aprovação da Lei do Artista de Rua

Diversos grupos e artistas cariocas que têm a rua como palco estarão reunidos nesta quarta, dia 05 de junho, a partir das 15 horas, na Cinelândia. O motivo não poderia ser mais instigante: comemorar o primeiro ano da aprovação da Lei 5.429/12, conhecida como a "Lei do Artista de Rua".

Os artistas, que farão cortejos, esquetes, leitura de cordel e mostras variadas, fazem questão de frisar que a lei, que garante que apresentações artísticas aconteçam em locais públicos, "pegou".

"Se ontem a Guarda Municipal nos impedia de apresentar nas praças e ruas da cidade, hoje ela é convidada a tocar em nosso evento", destaca o diretor Amir Haddad, um dos coordenadores do Fórum de Arte Pública, que reúne diversos artistas de rua da cidade do Rio de Janeiro. "Isso é de um simbolismo absurdo, mostra que o artista de rua está tendo o seu trabalho reconhecido e respeitado pelos poderes instituídos", pondera.

A Lei do Artista de Rua carioca está inspirando legislações semelhantes em outras cidades do País. Niteroi, Friburgo, Teresópolis, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte são locais que aprovaram leis semelhantes, depois do exemplo dado pelo Rio de Janeiro.

"A Lei 5.429 foi construída em parceria com os artistas de rua. Chegou a ser vetada, mas o veto foi derrubado graças a mobilização dos artistas, que de forma presencial e na internet exigiram seu direito", avalia o autor da lei, vereador Reimont. "Esta é uma atividade que humaniza o espaço urbano. Antes de ser um direito do artista, a arte pública é um direito da cidade", diz.

Fórum de Arte Pública
Os artistas de rua, que formam o Fórum de Arte Pública, estão organizando ainda o 1º Festival Carioca de Arte Pública, que acontece este ano. O projeto prevê programação gratuita permanente em quatro praças públicas da cidade, transformando-as verdadeiros centros culturais ao ar livre. São elas: Largo do Machado, Praça Saens Peña, Praça Tiradentes e Praça Harmonia.

O Fórum é um espaço de debate e mobilização dos artistas que atuam nas ruas do Rio de janeiro. Nas reuniões semanais, eles discutem formas de fortalecer as diferentes manifestações de arte pública e ampliar a oferta de atividades de qualidade para a população, de forma gratuita e democrática.

Para o evento na Cinelândia, estão confirmadas as presenças dos grupos Tá na Rua, Grupo Off-Sina, Cia de Mystérios e Novidades, Boa Praça, Edmilson Santini (Teatro de Cordel), Cia Nova Sina de Comicidade, Clube da Bossa Jazz, Paschoal Maurice, Denis Estátua, Rádio Rua, Gerusa, Farsacena, entre outros.

Além da Cinelândia, a celebração da aprovação da Lei do Artista de Rua se estende ainda pelos bairros de Campo Grande (dia 08) e Madureira (dia09).

Tudo com a benção de São Jorge, um dos mais populares santos do mundo e padroeiro informal do Rio de Janeiro, como "Padroeiro das Artes Públicas". 

Celebração do primeiro ano da aprovação da Lei do Artista de Rua - "A lei que pegou"

Data: 05 de junho
Hora: Das 15 às 18 horas
Local: Cinelândia

Data: 08 de junho
Hora: Das 14 às 17 horas
Local: Calçadão de Campo Grande

Data: 09 de junho
Hora: Das 10 às 12 horas
Local: Praça do Samba - Parque Madureira

Realização: Fórum de Arte Pública e gabinete do vereador Reimont Otoni


Texto: Assessoria
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!