Grupo Atorais leva o Humor Negro de EU ME AMO. EU ME APROVO ao Teatro Gonzaguinha

A Busca de Bem Estar na Sociedade Contemporânea fará com que o público repense suas atitudes do dia-a-dia

O próximo final de semana o Grupo Atorais levará o publico a pensar sobre suas ações do dia-a-dia no Teatro Gonzaguinha, no Centro. Através de seu humor negro apresentará a história da psicóloga Lurdes e do terapeuta “lifecoach” Cláudio que trabalham no mesmo andar de um prédio comercial no Catete.

Ao voltarem do almoço, Lurdes descobre que Martha, paciente que acabara de atender, matou-se na frente do seu consultório. Cláudio tenta ajudá-la com sua filosofia de pensamento positivo, porém é hostilizado por ela. Os dois declaram guerra e tentam seguir com o dia de trabalho. Mas no final da tarde, Cláudio e seus três pacientes, mais Lurdes e sua outra paciente pegam o mesmo elevador, que enguiça. Sem ter para onde ir, os personagens são obrigados a interagir.

Com um elenco que traz a experiência teatral e televisiva de Alan Pellegrino, e a experiência de direção de Vinicius Arêas que abraçou jovens atores do grupo Atorais que tem como premissa montar textos inéditos, o elenco promete tirar boas gargalhadas da plateia com suas tiradas engraçadas em cima de atitudes e ações presentes na vida de cada um.

Este será o ultimo final de semana da comedia Eu me amo. Eu me aprovo, no Teatro Municipal Gonzaguinha - que fica no Centro de Artes Calouste Gulbenkian e possui estacionamento grátis e com segurança.

FICHA TÉCNICA. Texto e Direção: Vinícius Arêas; Direção de Produção: Dayanna Lima e Vinícius Arêas; Elenco: Alan Pelegrino, Cristiane Maquiné, Dayanna Lima, Joanna Saraiva e  Vinícius Arêas; Assistente de direção: Ana Cecília Mamede; Música: Fernando Silva; Iluminação: Rodrigo Turazzi; Figurino: Carolina Herszenhut ; Fotografia: Fabrício Menicucci; Preparação Corporal: Thereza Moreira; Design: André Carneiro; Realização: Grupo Atorais e Sanau Produções

TEATRO MUNICIPAL GONZAGUINHA - Centro de Artes Calouste Gulbenkia, Rua Benedito Hipólito, 125. Praça Onze. (21) 3005-4104. ULTIMA SEMANA de 18 à 20 de Outubro (sexta, sábado e domingo) Inteira R$20 Meia R$10 Moradores da região R$5 com apresentação de comprovante. 120 lugares. Classificação 16 anos

Texto: Assessoria de Imprensa

Madureira Shopping realiza tarde autógrafo com grupo Imaginasamba

No dia 20 de outubro, o Madureira Shopping realiza uma tarde de autógrafos com o grupo Imaginasamba. Os fãs do grupo poderão tirar foto, garantir seus autógrafos e participar de um quizz sobre a banda. Quem responder corretamente fatura, na hora, brindes exclusivos. A ação é uma parceria com a rádio FM O Dia e acontece a partir das 15h na Praça de eventos, localizada no 1º piso.


Barrão e Gabriela Machado na Laura Marsiaj



Parque Play Kid no Bangu Shopping


Até 10 de novembro, o Bangu Shopping vai levar ao público da Zona Oeste muita diversão, com o Parque Play Kid. A atração vai funcionar no estacionamento do shopping de terça a sexta, das 18h às 22h, e aos sábados, domingos e feriados, das 16h às 22h30.

O Play Kid conta com inúmeros brinquedos, que vão agradar tanto os pequenos quanto os adultos. Quem for conferir o espaço, vai poder curtir as mais variadas atrações, como Tele Combate, Kamikase, Crazy Dance, Autopista, Trem Fantasma, entre outros.  

Para a gerente de Marketing do Bangu Shopping, Cristiane Guimarães, o objetivo de levar o parque ao shopping foi garantir diversão ao público, sem restrição de idade. “O Play Kid é uma excelente opção de entretenimento para quem deseja encontrar, num único lugar, diversos brinquedos, que vão dos tradicionais aos mais radicais”, diz Cristiane.

O valor de cada ingresso é de R$ 5 e o pacote com cinco entradas custa R$ 20. Quem quiser se divertir o dia inteiro nos brinquedos do parque, poderá utilizar o passaporte de tempo integral, que custa a partir de R$ 50. Estudantes e idosos pagam metade desse valor. Adultos acompanhados de crianças pagam meia e haverá desconto especial para grupos acima de 50 pessoas. A bilheteria funciona no local, até as 21h.


SERVIÇO
Parque Play Kid no Bangu Shopping
Data: até 10/11
Horário: de terça a sexta, das 18h às 22h. Sábados, domingos e feriados, das 16h às 22h30.
Local: Estacionamento do Bangu Shopping
Ingresso: Individual: R$ 5
                Pacote com cinco ingressos: R$ 20
                Passaporte (de terça a sexta-feira): Promoção todo mundo paga meia: R$ 25
                Passaporte (aos sábados, domingos e feriados): Promoção todo mundo paga meia: R$ 35


O Bangu Shopping fica na Rua Fonseca, 240, Bangu. O telefone de contato é (21) 2430-5130.

Texto e fotos: Assessoria de Imprensa

‘A Bela e a Fera’ neste domingo no Bangu Shopping




Neste domingo, dia 20, o Bangu Shopping apresenta a peça infantil ‘A Bela e a Fera’, um dos clássicos contos de fada. A história gira em torno de Bela, uma jovem inteligente, considerada "estranha" pelos moradores da localidade onde vive, e de seu pai, Maurice, um inventor que é visto como louco.

Bela é cortejada por Gaston, que quer casar com ela. Mas a moça acaba se envolvendo em uma linda história de amor com a Fera, dono de um castelo que na verdade é um lindo príncipe, que tem a aparência de um animal por efeito da maldição de uma feiticeira. Muitas aventuras vão se desenrolar até o amor vencer o feitiço. A atração é gratuita e acontecerá na Expansão.


SERVIÇO

Evento: ‘A Bela e a Fera’ neste domingo no Bangu Shopping
Datas: 20 de outubro (domingo)
Horário: 17h
Local: Expansão
Entrada: Gratuita


FICHA TÉCNICA

Direção: Higor Sellucci
Texto: Higor Sellucci
Elenco: Higor Sellucci, Jessica Tostes, Liliane Rodrigues, Rodrigo Gomes e Gilberto Felix
Produção: Jessica Tostes
Realização: Abrakadabra Produções

O Bangu Shopping fica na Rua Fonseca, 240, Bangu. O telefone de contato é (21) 2430-5130.

Texto e foto: Assessoria de imprensa

Comédia dramática "A Sala de Jantar", do dramaturgo americano A.R. Gurney, no Teatro dos Quatro no Shopping da Gávea


A Comédia Dramática "A Sala de Jantar", do dramaturgo americano A.R. Gurney, estreia nos palcos cariocas no dia 22 de outubro, sob a direção de Rogério Martins. A peça é ambientada em uma típica sala de jantar, de uma família tradicional, onde a mesa é o foco de todas as ações, desde um simples café da manhã, a um elaborado jantar, passando também pelo trabalho e celebrações especiais. Intercalando cenas engraçadas, outras comoventes e até cruéis, o espetáculo traz de volta uma tradição perdida ao longo do tempo, onde a mesa era um elo principal nas reuniões familiares. 
No palco, seis atores se dividem em uma vasta gama de personagens, ao todo são 56 (todos da mesma família), de diversas idades, tipos e gêneros, que testemunham as passagens do tempo de forma poética e realista, onde o texto, figurino e os objetos de cena mostram a revolução dos tempos, remetendo aos costumes acolhedores de antes e ao distanciamento humano da tecnologia atual.

"Penso na dinâmica realista desse texto, com as cenas em um ritmo alucinante, utilizando a sobreposição de cenas onde até mesmo o diálogo se sobrepõe, engajando o público a todo o instante, não perdendo em nenhum momento a atenção do mesmo", explica Rogério.

No elenco talentos já consagrados no teatro como a atriz Carla Ribas. E também rostos conhecidos da TV, como o ator Theodoro Cochrane que recentemente viveu o delegado Petronílio na novela Saramandaia da Rede Globo.

Uma história dinâmica e surpreendente que promete prender o público do início ao fim.

Serviço:
Comédia Dramática "A Sala de Jantar"
Estreia: 22 de outubro até 27 de novembro
Horário: Terças e quartas às 21h
Valor: R$ 60,00 (Estudantes e idosos pagam meia entrada)
Local: Teatro dos Quatro - Shopping da Gávea - Rua Marquês de São Vicente, 52 - Gávea, Rio de Janeiro
Telefone: 021 2274-7246
Capacidade do Teatro: 402 poltronas 
Gênero: Comédia Dramática
Classificação: 14 anos.
Duração: 80 minutos.
Estacionamento no local (R$ 5,00 até 5 horas)

FICHA TÉCNICA:
Autor: A. R. Gurney
Tradução e direção: Rogério Martins
Assistente de direção: Raphael Uchôa
Cenografia: Edson Galvão
Figurino: Edmar Galvão
Iluminação: Leysa Vidal
Trilha sonora: Pedro Corrêa e Fernanda Corrêa
Projeto gráfico: Guilherme Lopes Moura
Assessoria de Imprensa: Marx Comunicação
Assistente de Produção: Diogo Igreja
Produção executiva: Lidy Marx
Direção de produção: Carlos Veranai
Elenco:
Carla Ribas
Carlos Veranai
Eduardo Salles
Janaina Gaia
Patrícia Ramalho
Theodoro Cochrane

Texto e foto: Assessoria de Imprensa

Por dentro do Museu Imperial: I Prêmio Criança Feliz será entregue na Casa de Cláudio de Souza



Será entregue, no dia 21 de outubro, o I Prêmio Criança Feliz. A solenidade será realizada na Casa de Cláudio de Souza, às 19h30, homenageando personalidades petropolitanas que têm se dedicado ao trabalho artístico, social ou esportivo infantil na cidade. A premiação, realizada pelo grupo Top Street Dance, tem produção de Marcelo Cruz.

A ideia do prêmio surgiu como uma forma de estimular as ações em prol das crianças. Professor de danças e educador social, Marcelo atua no Centro Educacional Terra Santa desde 2000 e hoje atende ali a 110 crianças e jovens, além de 40 adultos.

“Venho acompanhando toda a luta daquela instituição para não fechar as portas para famílias que precisam dessa assistência. Lanço esse prêmio para que mais pessoas conheçam e se inspirem, valorizando o trabalho de profissionais de diversas áreas que se dedicam com amor para tornar uma ‘criança feliz’. Delas depende o futuro da nação”, explicou Marcelo, que também é idealizador do Festival Dançando Contra a Fome, lançado em 16 de agosto de 2001, arrecadando mais de oito toneladas de donativos, como alimentos, livros, brinquedos e agasalhos para instituições sócias.

Na categoria Teatro, o premiado é Laell Rocha, pela peça teatral “Era uma vez... Cláudio de Souza”. A encenação foi realizada pela primeira vez em maio desde ano, durante a 11ª Semana Nacional dos Museus. Crianças de escolas públicas e particulares de Petrópolis puderam conhecer melhor a vida e a obra de um dos escritores brasileiros mais importantes da primeira metade do século XX.

A peça, realizada na Casa de Cláudio de Souza, é composta por bonecos, dois atores músicos e um contador de história que apresentam uma retrospectiva da vida do autor, a partir da doação da casa de Petrópolis ao Museu Imperial e voltando ao tempo até o seu nascimento, em 20 de outubro de 1876. A história é contada por um boneco representando o próprio Cláudio de Souza criança e será novamente apresentada nos dias 22 e 24 de outubro, em comemoração ao aniversário do escritor (20 de outubro).

Todos os indicados ao prêmio têm sua história de vida e trabalho dedicados ao crescimento do país por meio de trabalhos com crianças. Em sua primeira edição, o “Criança Feliz”, vai ser entregue também em Teresópolis, na Casa de Cultura Adolpho Bloch, no dia 31 de outubro, quinta-feira, as 19h30, contemplando pessoas e profissionais daquela cidade. Em 2014, o objetivo é levar a premiação para Nova Friburgo, Guapimirim e São José do Vale do Rio Preto.
Veja a lista de categorias e premiados:

Dança: Fátima Cruz - Instituto Princesa Isabel

Música: Leonardo Randolfo - Coral Dó Ré Mi

Teatro: Laell Rocha - Peça Teatral sobre Cláudio de Souza

Produção Cultural: Carla Coelho e Mauricio Araújo - Xdaquestão Produções

Prestação de Serviço Público: Elaine Von Seehausen - Dep. Merenda Escolar - Secretaria de Educação

Esporte: Leandro Azevedo - Projeto Alcançar

Ação Social: Luis Paulo Farah Tenório - Petrópolis Ação Solidária

Destaque do Ano: Frei Antônio Moser - Centro Educacional Terra Santa

Instituição: Ana Cristina Eleutério - Projeto CELIGUI

Homenagem Especial: Dr.Pedro D’Alcantâra Miranda Filho - advogado

A Casa de Cláudio de Souza fica na Praça da Liberdade, 247, Centro, Petrópolis. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (24) 2231-5156 ou pelo e-mail mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br.

SERVIÇOS

Entrega do Prêmio Criança Feliz
Data: 21 de outubro de 2013, às 19h30
Local: Casa de Cláudio de Souza

Casa de Cláudio de Souza/Museu Imperial
Endereço: Praça da Liberdade, 247, Centro – Petrópolis, RJ
Contatos: (24) 2231-5156 / (24) 2231-4722 / mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br
Visitação: de terça a sexta, das 11h às 18h
Biblioteca: de terça a sexta, das 13h30 às 17h30 (em outros horários, mediante agendamento pelo e-mailmimp.biblioteca@museus.gov.br)

Texto: Assessoria de Imprensa

Império da Tijuca recebe Rocinha e Porto da Pedra neste domingo

Neste domingo, 20 de outubro, a escola de samba Império da Tijuca promove mais uma edição do seu Ensaio Show. O evento, que terá início às 19 horas e aberto ao público e comunidade, será na quadra de ensaios da verde e branco do morro da Formiga, e contará com a presença da bateria Sinfonia Imperial, comandados por Mestre Capoeira e sua rainha Laynara Teles. Haverá também a participação de passistas, casais de mestre-sala e porta-bandeira, baianas, harmonia e demais segmentos, além do intérprete Pixulé e seus cantores de apoio.

Dando um brilho todo especial na festa, a escola receberá as coirmãs Acadêmicos da Rocinha e Unidos do Porto da Pedra com todos os seus segmentos e intérpretes, cantando seus sambas consagrados, com muito samba no pé e gente bonita.

A quadra do Império da Tijuca fica na rua Medeiros Pássaro, 84, na Tijuca. Ingressos para o ensaio de domingo custam R$ 5.


Serviço:
Ensaio Show comAcadêmicos da Rocinha e Unidos do Porto da Pedra. 
Domingo, 20 de setembro de 2013
Horário: 19 horas
Local: Quadra de ensaios do Império da Tijuca
Rua Medeiros Pássaro, 84 - Tijuca
Valor:  5 reais
Telefone: 2570-0364 / 2580-8682

Texto: Assessoria de Imprensa

Por dentro do Museu Imperial: Projeto educativo comemora aniversário de Cláudio de Souza

Para comemorar o aniversário de Cláudio de Souza (20 de outubro), a casa que leva o nome do escritor irá receber o projeto “Era uma vez... Cláudio de Souza”, no qual crianças de escolas públicas e particulares de Petrópolis terão a oportunidade de conhecer melhor a vida e a obra de um dos autores brasileiros mais importantes da primeira metade do século XX. O evento será realizado nos dias 22 e 24 de outubro, às 14h, com direção de Laell Rocha e entrada gratuita.

A Casa de Cláudio de Souza foi doada ao Museu Imperial/Ibram por dona Luísa Leite de Souza, viúva do acadêmico, e abriga uma exposição permanente sobre a vida do escritor e teatrólogo em Petrópolis e sua biblioteca particular. A subunidade realiza, ainda, atividades educativas e culturais de modo a difundir quem foi Cláudio de Souza.

O projeto “Era uma vez... Cláudio de Souza” segue essa diretriz, tendo como objetivo contar de forma lúdica a história de Cláudio de Souza, para reavivar e resgatar a sua memória e importância. Com encenação de bonecos, dois atores músicos e um contador de história vão apresentar uma retrospectiva da vida do escritor, a partir da doação da casa de Petrópolis ao Museu Imperial e voltando ao tempo até o seu nascimento, em 20 de outubro de 1876. A história será contada por um boneco representando o próprio Cláudio de Souza criança.

O evento é aberto ao público em geral, com entrada livre, e a escolas, que devem agendar participação previamente. O agendamento das escolas interessadas deve ser feito através do telefone (24) 2231-5156 ou pelo e-mailmimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br.

Cláudio de Souza

Natural de São Roque (SP), Cláudio Justiniano de Souza (1876-1954) começou a escrever colaborando para os jornais cariocas O Correio da Tarde e A Cidade do Rio a partir dos 16 anos de idade. Em 1897, formou-se em medicina no Rio de Janeiro e retornou para São Paulo, clinicando na capital e lecionando na Faculdade de Farmácia.

Em 1898, publicou seu primeiro trabalho, Os nevropatas e os degenerados, ao mesmo tempo em que continuou contribuindo para jornais por meio de pseudônimos. Sua estreia no teatro ocorreu em 1915, com a comédia Eu arranjo tudo. Pouco depois, apresentou Flores de sombra, que se tornou uma obra de grande influência no teatro brasileiro.

Membro-fundador da Academia Paulista de Letras, em 1909, abandonou definitivamente a medicina em 1913, passando a dedicar-se às viagens pelo mundo e à literatura. Casado com a Sra. Luísa leite de Souza, filha do barão do Socorro, fixou residência no Rio de Janeiro.

Escreveu inúmeras peças teatrais, artigos e textos científicos. Eleito para a Academia Brasileira de Letras, em 1924, ocupou a cadeira de número 29 (cujo patrono é Martins Pena). Presidiu a ABL por duas vezes, em 1938 e 1946, tendo então dirigido as comemorações do cinquentenário daquela instituição.

SERVIÇOS

“Era uma vez... Cláudio de Souza”
Data: 22 e 24 de outubro de 2013, às 14h
Local: Casa de Cláudio de Souza
Entrada franca

Casa de Cláudio de Souza/Museu Imperial
Endereço: Praça da Liberdade, 247, Centro – Petrópolis, RJ
Contatos: (24) 2231-5156 / (24) 2231-4722 / mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br
Visitação: de terça a sexta, das 11h às 18h
Biblioteca: de terça a sexta, das 13h30 às 17h30 (em outros horários, mediante agendamento pelo e-mail mimp.biblioteca@museus.gov.br)

Texto: Assessoria de Imprensa

Museu Vale recebe exposição inédita “Regina Chulam - Desenhos e Pinturas”

Montanha do meio (confluência), 2013
Acrílica sobre tela
180 x 160 cm
No dia 26 de outubro, o Museu Vale, em Vila Velha (ES), inaugura a exposição individual, “Regina Chulam – Desenhos e Pinturas”, produzida pela Artviva Produção Cultural. Sob a curadoria de Ronaldo Barbosa, a mostra apresenta 50 trabalhos inéditos e integra a programação que comemora os 15 anos do Museu Vale
A artista plástica capixaba Regina Chulam esteve radicada por 30 anos em Lisboa e, de volta ao Brasil, vive e produz sua arte em Aracê, interior do estado do Espírito Santo. Na mostra, a artista apresenta pinturas com tinta acrílica sobre tela, desenhos feitos com tinta da China sobre papel e aquarelas.
Entre pinturas, aquarelas e desenhos, a mostra conta com a publicação de um catálogo, com texto crítico de Adolfo Montejo Navas, que ressalta: “Há na pintura que se quer pintura uma revolução do olhar, das categorias preestabelecidas e simbólicas das cores, pois, como no caso de Regina Chulam, elas devem produzir uma cosmovisão; produzem então um mundo, que está atrelado a sua figuração mas também não está. A produção de significados da cor não compartilha o a priori cromático que o mundo de fora aparentemente apresenta. Talvez por isso, e em devida sintonia com a procura e construção de outro mundo, uma semântica cromática própria, a artista aponta o norte de sua linguagem: “O que procuro é o caminho da luz, a velocidade dela, as ondas que tornam as coisas visíveis”, declara a artista.
Regina Chulam nasceu em Vitória (ES) e mudou-se para Portugal na década de 1970, onde estudou na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa. Conta com uma longa trajetória artística e uma  carreira internacional.  A   obra  “Floriano Borchandt, 2008”, adquirida por Gilberto Chateaubriand, participou recentemente da mostra de novas aquisições do Museu de Arte Moderna (MAM), do Rio de Janeiro.
Hoje, aos 63 anos, cercada de ar puro e tranquilidade, a pintora vive em isolamento e em constante pesquisa de novas formas de expressão. A mostra inédita é fruto do seu trabalho criativo e determinado, que dá continuidade a um processo poético coerente, que preserva ao longo do tempo.
Além da mostra, o Museu também promove ações do Programa Educativo que serão realizadas no período da visitação da exposição, de 27 de outubro de 2013 a 16 de fevereiro de 2014 (confira abaixo serviço completo).
Principal ícone da arte contemporânea no Espírito Santo, o Museu Vale tem como objetivo preservar a história do universo ferroviário e promover exposições de arte contemporânea, realizando também oficinas de arte e workshops dirigidos aos alunos e professores da rede pública. Desde sua inauguração, em 15 de outubro de 1998, já recebeu quase 1,6 milhão de visitantes. O Museu é uma iniciativa da Fundação Vale, que por meio de parcerias com o poder público e a sociedade civil, busca contribuir para o desenvolvimento das comunidades onde a Vale atua.
Sobre o Museu Vale:
Às margens da baía de Vitória, em Vila Velha, no Espírito Santo, está o Museu Vale. Inaugurado em 15 outubro de 1998, o museu foi instalado na antiga sede da Estação Pedro Nolasco, um prédio de três andares construído em 1927. Entre suas metas estão proporcionar à população capixaba um espaço de excelência em arte contemporânea, incentivar os jovens a usar a criatividade na busca do conhecimento e preservar a memória da centenária Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM).
O museu abriga uma exposição permanente com 147 itens (93 peças e 54 imagens) sobre a ferrovia. Merecem destaque a Maquete Ferroviária, a maior do Brasil com 34 metros quadrados de área construída, e o Centro de Memória, um precioso arquivo histórico com documentos originais da época de implantação da Vitória a Minas. No entanto, a grande estrela do museu é a Maria-Fumaça, uma locomotiva adquirida pela Vale em 1945, restaurada em 1997 e, que está em perfeito estado de funcionamento.
O Museu Vale, que já recebeu cerca de 1,6 milhão de visitantes e abrigou 39 exposições de arte contemporânea nacional e internacional, realizadas simultaneamente na Sala de Exposições Temporárias, localizada no edifício-sede, e no Galpão de Exposições, um antigo armazém de cargas adaptado para exposições de grande porte.
Por meio do seu Programa Educativo, que já beneficiou mais de 48 mil crianças, adolescentes e jovens da Grande Vitória, o Museu Vale realiza workshops criados por arte-educadores convidados e ministrados por estagiários de nível universitário. Também como parte da iniciativa, jovens aprendizes recebem capacitação em ofícios relativos à montagem das exposições.
Sobre a Fundação Vale:
A Fundação Vale busca contribuir para o desenvolvimento local e para a melhoria da qualidade de vida das comunidades beneficiadas por suas ações e programas. Sua atuação resulta em uma aplicação mais eficaz e qualificada dos investimentos sociais da Vale nos territórios. 
A missão da Fundação Vale é contribuir para o desenvolvimento integrado — econômico, ambiental e social — dos territórios onde a Vale atua, articulando e potencializando os investimentos sociais,fortalecendo o capital humano nas comunidades e respeitando as identidades culturais locais. Sua atuação é norteada por seis valores: ética, transparência, comprometimento, corresponsabilidade, accountability (capacidade de prestar contas e de assumir a responsabilidade sobre seus atos e uso de recursos) e respeito à diversidade.
Serviço
Exposição “Regina Chulam - Desenhos e Pinturas” no Museu ValeArtista: 
Regina Chulam
Curadoria: Ronaldo Barbosa
Produção: Artviva Produção Cultural
Período de visitação: 27 de outubro de 2013 a 16 de fevereiro de 2014
Horário: de 3ª a 6ª feira, das 8h às 17h. Sábado e domingos: de 10h às 18h
Local: Museu Vale (Antiga Estação Pedro Nolasco s/n, Argolas | Vila Velha | Espírito Santo)
Informações: (27) 3333-2484


Texto: Assessoria de Imprensa

Shopping Plaza Macaé apresenta as aventuras do “Chaves” no Domingo Divertido

No dia 20 de outubro, a criançada está convidada a se divertir gratuitamente com mais uma apresentação teatral do Domingo Divertido do Shopping Plaza Macaé. Inspirada na famosa série da TV, a peça “Chaves”, acontecerá na Praça de Alimentação do Shopping, a partir das 15h. Para assistirem, as crianças devem estar na companhia dos pais ou responsáveis.

“Chaves” dispensa apresentações, visto que a divertida série de TV faz sucesso no Brasil desde o início dos anos 1980. Várias gerações tiveram sua infância marcada pela alegria do programa, que sempre foi exemplo de como fazer humor de forma simples e inocente. A peça será mais uma oportunidade para as crianças curtirem as aventuras de Chaves, o garoto pobre da vila, acompanhado das famosas personagens da série: Chico, Chiquinha, Nhonho, Seu Madruga, Professor Girafales, Dona Florinda, Dona Clotilde e Sr. Barriga.

Esta é a penúltima peça do Domingo Divertido este ano. A edição 2013 será finalizada no dia 27 de outubro, com a apresentação de “A Família Pica-Pau”.

Vale ressaltar que o Domingo Divertido é uma parceria firmada com a Cia Teatral Arte Rio e objetivo das apresentações é sempre o de garantir à criança espectadora informação e formação cultural.

O Shopping Plaza Macaé fica na Avenida Aluisio da Silva Gomes, 800 – Granja dos Cavaleiros. Mais informações pelo telefone (22) 3311-5454 ou pelo site www.shoppingplazamacae.com.br

Serviço:
Domingo Divertido
Peça: “Chaves”
Data: 20 de outubro (domingo)
Horário: a partir das 15h
Entrada gratuita. As crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis.

Horário de funcionamento do Boulevard São Gonçalo no Dia do Comerciário


Em função do feriado pelo Dia do Comerciário, o Boulevard São Gonçalo abrirá em horário especial. Nesta segunda-feira (21), as lojas e os quiosques não abrem. A Praça de Alimentação funcionará das 11h às 21h. Os bares e restaurantes do Jardim Boulevard, principal acesso ao shopping, abrem das 11h às 23h.

O Boulevard São Gonçalo fica na Av. Presidente Kennedy, 425, São Gonçalo. O telefone de contato é(21) 3611-7989.


100 EDITORAS PARTICIPAM NO RIO DA 13ª PRIMAVERA DOS LIVROS, MAIOR FEIRA EDITORIAL INDEPENDENTE DO PAÍS

Evento gratuito acontece nos jardins do Museu da República, de 24 a 27 de outubro.
 
Feira literária promovida pela Liga Brasileira de Editores (Libre) terá 15 mil títulos à venda com descontos de até 50%. Além de programação para todas as idades.

Este ano, a Primavera dos Livros homenageia Vinícius de Moraes, Rubem Braga e Garrincha.





Primavera dos Livros 2013, feira literária promovida pela Liga Brasileira de Editores (Libre), terá a participação de cerca de 100 editoras de todo o País e mais de 15 mil títulos à venda, com descontos de até 50%. A 13ª edição carioca do evento, com curadoria da escritora Suzana Vargas, acontece de 24 a 27 de outubro, no Museu da República, no Catete, um bairro de forte tradição política e cultural. O público esperado na Feira é de 50 mil pessoas.
Maior feira editorial independente do País, a Primavera dos Livros reúne uma produção cultural diversificada, com alto padrão editorial. Estarão à venda literatura e vários outros gêneros, e ainda o lançamento de novos autores.
A Primavera dos Livros valoriza e promove a leitura. Este ano a Feira faz uma homenagem ao poeta Vinícius de Moraes e ao cronista Rubem Braga, celebrando o centenário de nascimento dos dois expoentes da literatura brasileira. Garrincha, ‘o anjo das pernas tortas’, como foi chamado por Vinicius de Moraes, também será homenageado — o jogador estaria completando 80 anos. O patrono da Primavera será o escritor, jornalista e crítico literário José Castello.
Durante o evento haverá programação gratuita para todas as idades — lançamentos de livros, encontros com escritores, debates, atividades para crianças, além de atrações literárias interativas e show musical. Serão quatro dias dedicados aos prazeres de ler, ouvir, contar e declamar literatura. Isso tudo nos belos jardins do Museu da República. Um programa imperdível!
“Na Primavera dos Livros o público encontra grande diversidade de títulos que nem sempre estão disponíveis nas grandes livrarias. Com a Feira, a Libre expõe de forma objetiva a bibliodiversidade, a ampla variedade de títulos, autores e projetos editoriais que promovem o valor cultural do livro. Na Primavera, o público se surpreende a cada estande”, explica o presidente da Libre, Haroldo Ceravolo Sereza. 

Participam da Primavera dos Livros as editoras Terceiro Nome, Oficina Raquel, Editora 34, Outras Letras, Aletria, C/Arte, Estação Liberdade, Artes e Ofícios, Mercuryo Jovem, Alameda Editorial, Gryphus Editora, Editora Uapê, Editora Apicuri, Panda Books, Azougue Editorial, Editora Sundermann, Biruta, Gaivota, Editora Cuca Fresca, Andrea Jakobsson, Gramma Livraria, Boitempo, Cidade Viva, Mórula, Cuore, Editora Maco, Odysseus, Língua Geral, Versal/Guarda Chuva, LiteraRua, Brinque Book, Manati, Almadena, Duna Dueto, Giz, Aeroplano, Mauad, Myrrha, Cobógo, Vermelho Marinho, Evoluir, Memória Visual, Pinakotheke, 7 Letras, Garamond, Mazza, Fino Traço, Aleph, Mídia Express, Uni Duni, Jaguatirica, Ibis Libris, Pallas, Contracapa, Claridade, Nova Alexandria, Matrix, Mar de Ideias, Metanoia, Bem-te-vi, Veira&Lent, Capivara, Musa, Alis, Cosac Naify, Autêntica, Peirópolis, Parábola, Contraponto, Perseu Abramo e Callis.

Nesta edição, as editoras convidadas são: Ponteio, Évora, Valentina, Lamparina, Oito e Meio, Expressão Popular, EDUNESP, EDUFF, ED FGV, EDUFMG, Arquivo Nacional, Arquivo da Cidade, Fiocruz, EDUERJ, EDUFRJ, EDUSP, Libre, Gift, Museu República e Biblioteca Nacional.
A Primavera dos Livros é uma realização da Liga Brasileira de Editoras (Libre), em parceria com o Departamento de Letras da UFRJ. O evento conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e Biblioteca Nacional.
Além da Primavera carioca, a Libre organiza a Primavera dos Livros de São Paulo, a próxima edição será em novembro, e a Feira do Livro de Osasco, que acontecerá em abril de 2014.

SERVIÇO

13ª Primavera dos Livros
Feira literária com a participação de 100 editoras, mais de 15 mil títulos e até 50% de desconto nas vendas. Programação paralela: lançamentos de livros, encontros com escritores, debates, atividades para crianças, além de atrações literárias interativas e show musical.
Promoção: Liga Brasileira de Editores (Libre)
Curadoria: Suzana Vargas
24 a 27 de outubro
Horário: 10 às 21h
Museu da República – Rua do Catete, 153 - Catete – Rio de Janeiro
Para todas as idades
A entrada e a participação nos eventos são gratuitas

Texto: Assessoria de Imprensa

Shopping Plaza Macaé funcionará em horário diferente no feriado do Dia do Comerciário



Na próxima segunda-feira, 21 de outubro, comemora-se o Dia do Comerciário. Devido a este feriado, o Shopping Plaza Macaé funcionará em horário diferente.

Neste dia, as lojas e o Hipermercado Wallmart estarão fechados, mas quem quiser aproveitar a folga para assistir aos lançamentos do cinema, poderá ser atendido pelo Cinemagic, que funcionará normalmente, conforme a programação, que pode ser conferida no sitewww.shoppingplazamacae.com.br.

A Praça de Alimentação também ficará aberta, mas das 11h às 22h.

O Shopping Plaza Macaé fica na Avenida Aluisio da Silva Gomes, 800 – Granja dos Cavaleiros. Mais informações pelo telefone (22) 3311-5454 ou pelo site www.shoppingplazamacae.com.br

Zozô inaugura nova série de música clássica no Rio, dia 23


A partir de outubro, um dos bairros mais charmosos do Rio vai ganhar contornos clássicos, camerísticos e de rara sofisticação: localizado na Urca, ao lado do Pão de Açúcar, o Zozô irá inaugurar, no dia 23, quarta-feira, às 20:30h, a mais nova série de música erudita da cidade, o Zozô Classique, para freqüentadores exigentes e de extremo bom gosto, ávidos pela combinação harmoniosa da música clássica com o jantar de cozinha internacional da casa. Com direção artística de Sergio Roberto de Oliveira – compositor e produtor clássico indicado ao Grammy Latino nos últimos dois anos -  a série, inicialmente com periodicidade mensal, mas com a meta de realização de concertos semanais, sempre às quartas-feiras, reunirá músicos de alto quilate no Salão Principal, cuja decoração do arquiteto Vicente Giffoni já impressiona, assim como o painel de 92 relicários idealizado pelo grande cenógrafo José Possi Neto.
No dia 23, o jantar erudito ficará por conta do Trio Aquarius, formado por Flávio Augusto (piano), Ricardo Amado (violino) e Ricardo Santoro (violoncelo), empunhando seus instrumentos às 22:30h, após o encerramento do jantar. A série pretende ser uma referência em opção de lazer para clientes de requinte que buscam  refinamentos gastronômicos e musicais. O “jantar erudito” consiste em entrada, prato principal, sobremesa, um vinho ou champagne, mais o concerto, ao custo total de R$500,00. Contudo, pode-se assistir apenas ao concerto, com o jantar opcional, com couvert artístico a R$60,00. Em meio a uma decoração surpreendente e de atmosfera aconchegante e única, o Trio Aquarius apresentará no seu menu erudito peças de beleza ímpar, como o “Trio em Sol Maior, Hob. XV: 25” de J. Haydn, “Trio em Dó Menor, Op. 1 n°3” de L. Van Beetthoven e “Trio nº 1, em Ré Menor, Op. 49” de F.Mendelssohn.
Trio Aquarius
Formado em 1991, o grupo vem desenvolvendo ininterruptamente um trabalho de alta qualidade, configurando-se entre os melhores e mais destacados conjuntos de câmara do Brasil. Ao longo desses vinte e dois anos de atividades completados em 2013, o Trio Aquarius obteve o reconhecimento do público e da crítica especializada, já tendo se apresentado nas principais salas de concertos do Brasil e como solista das principais orquestras brasileiras.
Com um repertório que inclui clássicos do século XVIII até compositores contemporâneos, o Trio Aquarius tem como um de seus principais objetivos a divulgação da música brasileira de todas as épocas. Para tanto, já gravou dois CDs, com obras de Nestor de Hollanda Cavalcanti, Villani-Côrtes, Henrique Oswald, Guerra-Peixe e Francisco Braga.
Na Alemanha, o Trio Aquarius se apresentou em Hannover - representando o setor cultural do Brasil na EXPO-2000 - e na “Haus Der Kulturen Der Welt”, em Berlim, em concertos com transmissão ao vivo para vários países da Europa pela televisão. Nos Estados Unidos, participou de uma turnê por quatro cidades, levando a música brasileira à Nova York, Washington, Denver e Selinsgrove.
Em 2009, o Trio Aquarius foi o trio escolhido pela direção do Museu Villa-Lobos para fazer a inédita integral no Brasil dos trios de Heitor Villa-Lobos, dentro das comemorações oficiais do 50º aniversário de morte do maestro, na Sala Cecília Meireles. Em 2011, o compositor Edino Krieger dedicou a sua obra “Trio Tocata” ao Trio Aquarius, que fez a estreia mundial na 19ª Bienal de Música Brasileira Contemporânea do mesmo ano.

Programa Zozô Classique, 23/10/2013

J. HAYDN - TRIO EM SOL MAIOR, Hob. XV: 25
                                   Andante
                                   Poco Adagio
                                   Rondo all’Ongarese
L. van BEETHOVEN - TRIO EM DÓ MENOR, Op. 1 nº 3
                                   Allegro con brio
                                   Andante cantabile con variazione
                                   Menuetto: Quasi allegro
                                   Finale: prestissimo

F. MENDELSSOHN - TRIO nº 1, EM RÉ MENOR, Op. 49
                                   Molto Allegro agitato
                                   Andante con moto tranquillo
                                   Scherzo: Leggiero e vivace
                                   Finale: Allegro assai appassionato 

SERVIÇO:
23/10 - Lançamento da série Zozô Classique com Trio Aquarius
Horário: às 20:30h
Couvert Artístico: R$60,00
Jantar (opcional): R$440,00 (por pessoa)
Endereço: Av. Pasteur, 520, Urca
Informações: 2295-5669
Reserva pelo telefone acima ou através do email reserva@zozorio.com.br


Texto e foto: Assessoria de Imprensa - Divulgação

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!