Pular para o conteúdo principal

Biografia - Rosana Urbes: uma vida em desenhos

_Foto_Fernando Fernandes (Lunapress)
Animadora, ilustradora e storyboard artist, Rosana Urbes fez do desenho a sua vida. Os rabiscos iniciados na infância deixaram de ser apenas uma brincadeira de criança e se tornaram a sua arte. O talento esmiuçado no papel deu início a uma carreira premiada e reconhecida dentro e fora do país.  

O filme “Guida”, dirigido por ela, conquistou cinco prêmios no Anima Mundi 2014, o segundo maior festival de animação do planeta. E Rosana, com isso, consagrou-se como a primeira animadora brasileira a vencer a mostra competitiva do festival.

A produção é toda desenhada à mão, com mais de 8 mil desenhos em aquarelas e traços delicados desenvolvidos no período de três anos. O filme fala sobre o amor em todas as suas instâncias através da história de uma bibliotecária de terceira idade que decide mudar de vida e começa a trabalhar como modelo vivo em uma escola de artes. A produção é uma homenagem delicada às artes, às mulheres, ao tempo e à beleza que é o viver.



“Guida” conquistou o Prêmio Canal Brasil e também o de Melhor Curta Brasileiro pelo voto do público na edição do Rio de Janeiro. Já em São Paulo, cenário da história, “Guida” levou os prêmios de Melhor Curta Brasileiro, Prêmio BNDES e Melhor Curta na votação popular. Os cinco troféus renderam o posto de filme mais premiado dos 22 anos do Anima Mundi. 

A primeira animação da artista também conquistou o prêmio de Melhor Curta-metragem de Animação no 6º Festival de Corto Metrajes Imagenes Sociales, na Argentina, na categoria Melhor Curta de Animação da América Latina. Além disso, venceu o Prêmio TV Cultura no “25º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo”. Ganhou o “NAFF - Festival de Animação de Neum”, na Bósnia, como Melhor Filme (voto do público) e levou o prêmio de Melhor Curta de Animação no Oaxaca Film Fest, no México. “Guida” foi exibido na Coréia do Sul (SICAF) e teve temporadas nas Américas e na Europa.
Rosana traz em sua carreira a experiência de 8 anos trabalhados no exterior, sendo 6 deles nos Estúdio Disney, em filmes como “Mulan”, “Tarzan” e “Lilo & Stitch”. De volta ao Brasil, a artista criou a produtora RR Animação de Filmes e passou a desenvolver diversos projetos internacionais de animação, mantendo, em paralelo, seu trabalho com ilustração de livros como “O Mágico de Oz”, “Zero the Hero”, “Tombaloo”, “Jane and The Goldfish”. Ela também atua como instrutora em oficinas de ilustração, animação 2D e modelo vivo.

Mais informações:
www.rosanaurbes.com

Confira os prêmios conquistados pelo “Guida”:
Melhor Curta-metragem – júri popular – 1ª Mostra de Curtas Bufalo D’água
Melhor Curta-metragem – júri popular – NAFF – Neum Animated Film Festival
Melhor Curta-metragem brasileiro – júri popular - Anima Mundi Rio de Janeiro
Melhor Curta-metragem brasileiro – Prêmio do Canal Brasil – Anima Mundi 2014
Melhor Curta-metragem – júri popular – Anima Mundi São Paulo
Melhor Curta-metragem brasileiro – júri popular - Anima Mundi São Paulo
Prêmio BNDES – Anima Mundi 2014
Melhor Curta-metragem de Animação – júri do festival – 6º Festival de Corto Metrajes Imagenes Sociales
Prêmio TV Cultura - júri do canal – Festival Internacional de Curtas de São Paulo
Melhor Filme de Animação – júri do Festival - 8º Curta Cabo Frio
Melhor Filme de Animação – juri popular - 21º  Festival de Vitória - Vitória Cine Vídeo
Melhor Filme de Animação – júri do Festival - Pink City International Film Festival
Melhor Filme de Animação – júri do Festival - Festival Internacional de Cine de Caracas
Melhor Curta-metragem – júri do festival – Festival Mujeres en Foco
Melhor Curta de Animação – júri do festival - Oaxaca Film Fest
Melhor Curta-metragem – júri do Festival - Mostra Mosca
Melhor Animação Tradicional – júri do Festival - The World Animation  Celebration
Melhor Curta-metragem – júri do Festival - Festival de Cinema de Três Passos
Melhor Curta de Animação – júri do Festival - Festival de Cinema de Três Passos
Melhor Trilha Sonora – júri do Festival – Festival de Cinema de Três Passos
Melhor Curta – Diretor Estreante – júri do Festival - Mostra Miragem
Menção Honrosa – Cine Ceará

Contato para pautas:
Vira Comunicação – 11 4063.0100 (contato@viracomunicacao.com.br)
Tássia Almeida – 11 98144-2866 (tassia@viracomunicacao.com.br)

Guilherme Pichonelli – 11 98076.1234 (guilherme@viracomunicacao.com.br)



ATENÇÃO!!!
Oferta exclusiva do Sete Artes!
Atenção! Desconto exclusivo Sete Artes e Dafiti! Use o código af0M2C nas suas compras em http://oferta.vc/617R e ganhe descontos exclusivos! Até 10 de janeiro de 2015!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

A origem do Modernismo brasileiro, por chandra santos

"Abaporu": obra deu origem ao Movimento Antropofágico
Imagem: Tarsila do Amaral
As ideias surrealistas vieram para o Brasil na década de 1930 e foram absorvidas pelo movimento Modernista. A pintora Tarsila do Amaral e o escritor Ismael Nery foram os mais influenciados. Além deles, a escultora Maria Martins, o pintor pernambucano Cícero Dias, o poeta Murilo Mendes e os escritores Aníbal Machado e Mário Pedrosa também acrescentaram elementos surreais em suas obras.
A Semana de 22 foi o ápice do movimento Modernista no Brasil. Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos e Tarsila do Amaral são algumas das personalidades que estiveram presentes no evento ocorrido nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro no Teatro Municipal de São Paulo. Considerada um marco na arte brasileira, por propor a ruptura com o passado, a Semana de 22 revolucionou a Literatura, a música, a pin…

"A Aventura Surrealista", por chandra santos

Já está à venda o livro "A Aventura Surrealista" , do ensaísta e artista plástico Sergio Lima. A obra conta a história e a influência do surrealismo na arte moderna brasileira, entre 1901 e 1920.
Quem se interessou pelo tema, pode adquirir a publicação anterior, de 1995, que aborda as vertentes formadoras do movimento surrealista. O artista pretende lançar mais duas obras: uma sobre os anos 1921-30 e outra com antologia do surrealismo no Brasil.

Imagem: Reprodução de Internet




Feliz Dia do Amigo

O Sete Artes deseja a todos um Feliz Dia do Amigo!!!!






 (Clique para ampliar)
Saiba a origem da data aqui.

Siga @chandrasantos no Twitter e retuíte frases de amizade para os seus amigos!
Imagem: Autoria Desconhecida





Curiosidades

O que são Belas Artes?
por chandra santos
Definir arte é uma tarefa complexa, que varia de acordo com as transformações culturais e o contexto histórico. Segundo o filósofo Charles S. Peirce, fundador da Semiótica, a principal função das artes é expressar os estados de consciência humana. Partindo dessa definição, terapeutas e psicólogos passaram a usá-las como parte de tratamentos. A psiquiatra brasileira Nise da Silveira fundou o "Museu de Imagens do Inconsciente" com obras feitas por seus pacientes durante a terapia ocupacional.

São consideradas Belas Artes: Arquitetura; Pintura; Escultura; Música; Literatura; Teatro e Dança; e Cinema. A divisão e o termo foram criados pelas academias de arte europeias, no século XVII, com o objetivo de separar as artes em duas classificações. Segundo artigo publicado na Wikipédia, eram consideradas, até o século XIX, como artes "superiores" as Belas Artes e como artes "inferiores' as Artes Aplicadas.

"As belas arte…

Programação/ Artes Visuais (SP)

Exposição PARAISO na Galeria André

Entre os dias 16/08 e 11/09, a Galeria André recebe a mostra PARAISO, inciando um novo ciclo do centro cultural. Participam da mostra André Crespo, Clarice Gonçalves, Eduardo Kobra, João César de Melo, Luiza Ritter, Marco Stellato, Paulo Queiróz, Rafael Resaffi e Rodrigo Cunha. A mostra tem curadoria de Sônia Skroski.
De acordo com release recebido pelo Sete Artes: "Artistas novos foram procurados com empenho, indicações, visitas aos ateliers, análise de obras, um verdadeiro garimpo. E desta procura foram selecionados 9 artistas que farão parte da exposição PARAISO. O tema abrange além do que nossa imaginação pode chegar. Os artistas vão expor obras inéditas, criadas especialmente para a mostra. A escolha dos artistas demonstra jovialidade das obras e dos artistas. O tema foi escolhido para proporcionar aos artistas uma performance peculiar e densa dentro do universo de cada um."
Conheça: texto: Assessoria de Imprensa da Galeria André
André Cresp…