Pular para o conteúdo principal

Juliana Martins e Sergio Marone estreiam “Eu te Amo”, de Arnaldo Jabor, no Teatro Fashion Mall dia 9 de janeiro


Depois de circular por 20 cidades e ser vista por um público de aproximadamente 15 mil pessoas em 2014, a peça “Eu te amo”, texto clássico de Arnaldo Jabor que já ganhou versão premiada para o cinema, estreia dia 9 de janeiro no Teatro Fashion Mall, em São Conrado. O espetáculo marca a estreia na direção teatral dos cineastas Rosane Svartman e Lírio Ferreira e traz Juliana Martins e Sergio Marone no elenco. “Eu te Amo” fica em cartaz sexta e sábado às 21h30 e domingo às 20h até o dia 1 de março.

Amor, dor de amor, tesão, desejo, ilusão, sexo… coisas de todo mundo e de todos os tempos. Eu te amo de Arnaldo Jabor é considerado um texto sexy. Não é. É um texto sobre a sexualidade. As vezes é drama, as vezes é comédia – é patético como nossa solidão afetiva.

Esta montagem reúne dois diretores de cinema, Rosane Svartman e Lírio Ferreira, em uma proporção incomum - dois diretores para dois atores: Juliana Martins e Sergio Marone. Estreantes na direção teatral, Rosane e Lírio, transformam esse Eu te amo em um grande plano sequência, como um filme que se monta a cada dia no palco, no tempo, no ritmo dos atores e com a presença do público.

A peça se dirige a homens e mulheres que buscam entender melhor o amor e o relacionamento de um casal.
O espetáculo mostra a exposição de um casal, suas diferenças e questionamentos sobre o amor e os relacionamentos. Eu te amo fala de desejo e tesão momentâneos, mas também da carência que vem depois, de um certo vazio, da falta de amor, de rejeição. Uma peça sobre o que seria uma história de amor. Uma fantasia romântica sobre o desejo e a paixão.

Eu Te Amo conta a história de Paulo e Maria, dois derrotados pela vida, ou por si mesmos. Decepcionados com o amor e com a vida profissional, eles se encontram e se apaixonam enquanto fingem ser outras pessoas. Quando caem na real, quando são honestos um com o outro, qualquer vestígio de afeto acaba, ou talvez nada realmente tenha começado.

O texto que deu origem ao filme de 1981, se renova, não só por tratar de afetos contemporâneos como paixão, rejeição, desejo, carência, derrota, como também por brincar com a fronteira entre verdade e mentira, ficção e realidade, que é, praticamente o espírito da atualidade.


INTERNET
Paulo e Maria se conhecem pela internet, onde a ficção e a realidade notoriamente se confundem. Cada um com sua máscara, com seu nickname. Ela finge ser Mônica, uma garota de programa, ele diz que é rico. Mas eles não conseguem enganar um ao outro e nem a si mesmos por muito tempo.

PAULO
Paulo acabou de levar um pé na bunda clássico de Bárbara, atriz, com quem morou 3 anos. Ela foi embora há um mês e ele nem sai mais de casa, onde também funciona sua produtora de cinema falida. Ele se diz um cineasta interrompido sem dinheiro para nada. E fica por ali bebendo, navegando na internet e curtindo mulheres virtuais até que conhece Maria/Mônica.

MARIA                                                                                                                                                
Maria se formou em Letras, mas não consegue emprego na área e trabalha como gerente de uma loja de chocolates. Seu único relacionamento “estável” é com um homem casado, um piloto de avião chamado Ulisses. De saco cheio da sua vida, ela resolve vestir o vestido do seu baile de debutante, fingir que é garota de programa e transar com o primeiro cara que aparecer: Paulo.


SERVIÇO:
Texto: Arnaldo Jabor
Direção: Rosane Svartman e Lírio Ferreira
Elenco: Juliana Martins  e Sergio Marone
Local: Teatro Fashion Mall – Sala 2 - Estrada da Gávea 899, São Conrado, Shopping Fashion Mall –  Tel.: 2422 9800
Estreia: 9 de janeiro de 2015. Temporada até 1 de março de 2015 (recesso de um final de semana no Carnaval)
Horário: Sexta e Sábado às 21h30 / Domingo às 20h.
Ingresso: Sexta R$ 60,00 / Sábado e domingo R$ 70,00
Classificação: 16 anos          
Duração: 75 min.
Gênero: Comédia Dramática
Capacidade: 280 lugares.

FICHA TÉCNICA
Texto: Arnaldo Jabor
Direção: Rosane Svartman e Lírio ferreira
Elenco: Juliana Martins e Sergio Marone
Desenho de luz: Rogério Emerson
Cenografia: Fabiana Egrejas
Figurino: Márcia Tacsir
Produção executiva: Jorge Elali
Idealização e coordenação: Juliana Martins

Realização: Bubu Produções e Jorge Elali Produções





ATENÇÃO!!!
Oferta exclusiva do Sete Artes!
Atenção! Desconto exclusivo Sete Artes e Dafiti! Use o código af0M2C nas suas compras em http://oferta.vc/617R e ganhe descontos exclusivos! Até 10 de janeiro de 2015!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

A origem do Modernismo brasileiro, por chandra santos

"Abaporu": obra deu origem ao Movimento Antropofágico
Imagem: Tarsila do Amaral
As ideias surrealistas vieram para o Brasil na década de 1930 e foram absorvidas pelo movimento Modernista. A pintora Tarsila do Amaral e o escritor Ismael Nery foram os mais influenciados. Além deles, a escultora Maria Martins, o pintor pernambucano Cícero Dias, o poeta Murilo Mendes e os escritores Aníbal Machado e Mário Pedrosa também acrescentaram elementos surreais em suas obras.
A Semana de 22 foi o ápice do movimento Modernista no Brasil. Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos e Tarsila do Amaral são algumas das personalidades que estiveram presentes no evento ocorrido nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro no Teatro Municipal de São Paulo. Considerada um marco na arte brasileira, por propor a ruptura com o passado, a Semana de 22 revolucionou a Literatura, a música, a pin…

"A Aventura Surrealista", por chandra santos

Já está à venda o livro "A Aventura Surrealista" , do ensaísta e artista plástico Sergio Lima. A obra conta a história e a influência do surrealismo na arte moderna brasileira, entre 1901 e 1920.
Quem se interessou pelo tema, pode adquirir a publicação anterior, de 1995, que aborda as vertentes formadoras do movimento surrealista. O artista pretende lançar mais duas obras: uma sobre os anos 1921-30 e outra com antologia do surrealismo no Brasil.

Imagem: Reprodução de Internet




Feliz Dia do Amigo

O Sete Artes deseja a todos um Feliz Dia do Amigo!!!!






 (Clique para ampliar)
Saiba a origem da data aqui.

Siga @chandrasantos no Twitter e retuíte frases de amizade para os seus amigos!
Imagem: Autoria Desconhecida





Curiosidades

O que são Belas Artes?
por chandra santos
Definir arte é uma tarefa complexa, que varia de acordo com as transformações culturais e o contexto histórico. Segundo o filósofo Charles S. Peirce, fundador da Semiótica, a principal função das artes é expressar os estados de consciência humana. Partindo dessa definição, terapeutas e psicólogos passaram a usá-las como parte de tratamentos. A psiquiatra brasileira Nise da Silveira fundou o "Museu de Imagens do Inconsciente" com obras feitas por seus pacientes durante a terapia ocupacional.

São consideradas Belas Artes: Arquitetura; Pintura; Escultura; Música; Literatura; Teatro e Dança; e Cinema. A divisão e o termo foram criados pelas academias de arte europeias, no século XVII, com o objetivo de separar as artes em duas classificações. Segundo artigo publicado na Wikipédia, eram consideradas, até o século XIX, como artes "superiores" as Belas Artes e como artes "inferiores' as Artes Aplicadas.

"As belas arte…

Programação/ Artes Visuais (SP)

Exposição PARAISO na Galeria André

Entre os dias 16/08 e 11/09, a Galeria André recebe a mostra PARAISO, inciando um novo ciclo do centro cultural. Participam da mostra André Crespo, Clarice Gonçalves, Eduardo Kobra, João César de Melo, Luiza Ritter, Marco Stellato, Paulo Queiróz, Rafael Resaffi e Rodrigo Cunha. A mostra tem curadoria de Sônia Skroski.
De acordo com release recebido pelo Sete Artes: "Artistas novos foram procurados com empenho, indicações, visitas aos ateliers, análise de obras, um verdadeiro garimpo. E desta procura foram selecionados 9 artistas que farão parte da exposição PARAISO. O tema abrange além do que nossa imaginação pode chegar. Os artistas vão expor obras inéditas, criadas especialmente para a mostra. A escolha dos artistas demonstra jovialidade das obras e dos artistas. O tema foi escolhido para proporcionar aos artistas uma performance peculiar e densa dentro do universo de cada um."
Conheça: texto: Assessoria de Imprensa da Galeria André
André Cresp…